Angola pede ajuda ao FMI

Diretor-adjunto do FMI confirma em comunicado o pedido de ajuda das autoridades angolanas. Negociações para um programa começam no final da próxima semana.

Angola pediu ao Fundo Monetário Internacional para negociar um plano de resgate, anunciou hoje o FMI. As negociações devem começar já na próxima semana.

“Recebemos um pedido formal das autoridades de Angola para começar negociações sobre um programa económico que pode vir a ser suportado por assistência financeira do FMI”, de acordo com o diretor-adjunto do FMI, Min Zhu, num comunicado enviado esta tarde.

 O FMI cita o efeito da queda acentuada dos preços do petróleo desde meados de 2014 nas economias mais dependentes e com pouca diversificação e diz que está pronto e disponível para ajudar Angola a enfrentar os desafios económicos que enfrenta atualmente “apoiando um pacote alargado de medidas para acelerar a diversificação da economia, enquanto salvaguarda a estabilidade financeira e macroeconómica”.
Segundo o FMI, as negociações com as autoridades angolanas devem começar durante as reuniões da primavera do FMI e do Banco Mundial em Washington – entre 15 e 17 de abril -, reuniões que continuarão pouco depois em Angola.
O programa poderá ser apoiado por financiamento ao longo de três através do mesmo mecanismo usado para apoiar Portugal, o Extended Fund Facility.

Fonte: Observador

Comentários

comentários

2017-01-01T18:27:43+00:0006/04/2016|Categories: Internacional|Tags: , , , , |0 comentários

Deixar uma resposta

error: Segurança acima de tudo! ;)