JP Morgan fez "bullying" a inspetores financeiros

O banco que em 2012 se associou ao “The Bully Project” está a ser acusado de maltratar os técnicos financeiros que faziam inspeções, quando não gostava do resultado. O JP Morgan, maior banco norte-americano, está a ser investigado devido a perdas massivas e é acusado de esconder informação relevante aos reguladores, através da falsificação e manipulação de documentos.

No decorrer da investigação, foi descoberto um comportamento abusivo por parte dos executivos do banco, com a prática constante de “bullying” para com os técnicos do regulador. De acordo com o relatório do senado norte-americano, que foi discutido no congresso e acompanhado de testemunhos reais, os executivos de topo do JP Morgan Chase insultavam, maltratavam e ameaçavam fisicamente os inspetores do Office of the Comptroller of the Currency.

Quando os reguladores pediam os lucros diários e relatórios de perdas da divisão de investimento do  JPMorgan Chase, o banco recusava. Quando os inspetores emitiam recomendações de que o banco não gostava, executivos de topo gritavam com os técnicos e chamavam-lhes “estúpidos.”

A uma dada altura, conta o Washington Post, um executivo de topo do JP Morgan fez uma emboscada a um examinador júnior da entidade reguladora, gritou e ameaçou-o, quando os resultados do exame foram revelados. Os documentos e testemunhos revelam uma prática constante de “bullying”, que por vezes conseguiam quebrar os inspetores.

Na sexta-feira, executivos de topo do regulador em causa – Office of the Comptroller of the Currency, que regula os maiores bancos, falaram durante seis horas perante os congressistas. Os legisladores criticaram duramente os reguladores por terem tolerado comportamentos impudentes dos executivos do JP Morgan.

Fonte: Dinheiro Vivo

Comentários

comentários

2016-04-02T10:50:57+00:0019/03/2013|Categories: Geral|Comentários fechados em JP Morgan fez "bullying" a inspetores financeiros
error: Segurança acima de tudo! ;)