Os Emirados Árabes Unidos vão fundir as duas maiores empresas estatais de alumínio para criar a quinta maior empresa mundial do setor, com um valor de mercado de 15 mil milhões de dólares (11,5 mil milhões de euros), refere a agência de informação Reuters.
A fusão, que está a ser planeada há três anos, vai melhorar a eficiência e ajudar a indústria do alumínio da EAU a concorrer com as rivais na região.
A nova empresa, denominada Emirates Global Aluminium, será detida em partes iguais pela Dubal, da Investment Corporation of Dubai, e pela Emal, uma joint-venture entre o fundo soberano de Abu Dhabi e a ICD.
A empresa resultante da fusão terá uma capacidade de produção de 2,4 milhões de toneladas/ano, após a conclusão da fase dois das operações da Emal, em meados de 2014, afirmou a EAU em comunicado.
Khaldoon Khalifa al-Mubarak, CEO do Mubadala, fundo soberano de Abu Dhabi, e chairman da nova empresa, referiu que a “Emirates Global Aluminium será construída em fortes fundações de liderança, para tornar-se numa grande campeã industrial e motor de desenvolvimento económico para a nossa população”.

Fonte: Oje

Comentários

comentários