EDP arranca hoje, em São Paulo, no Brasil, com o primeiro roadshow de promoção e apoio à internacionalização das empresas suas fornecedoras.

Durante os próximos três dias, um total de 40 empresas nacionais vão estar em apresentações, reuniões e sessões de networking com cerca de 28 empresas brasileiras para estabelecer contactos que possam originar futuros negócios no país.

Da lista de participantes neste primeiro roadshow organizado pela EDP estão empresas como as construtoras Mota-Engil, Casais, CME ou Teixeira Duarte, mas também companhias ligadas à indústria como a Solidal ou a Cabelte, que se dedicam ao fabrico de cabos elétricos, ou ainda empresas da área das tecnologias de informação como a Critical Software ou a Novabase.

Em Setembro, a EDP repete a iniciativa, desta vez em Pequim, na China, mas com os mesmos objetivos: apoiar a internacionalização destas empresas.

A escolha destes países é quase óbvia. A EDP está no Brasil como principal accionista da EDP Brasil que atua na produção de eletricidade, na distribuição (construção de cabos de abastecimento) e ainda na comercialização no mercado livre. E na China, as relações da EDP com o mercado e as empresas chineses estão reforçadas por via da sua principal acionista, a China Three Gorges.

Fonte: Dinheiro Vivo

Comentários

comentários