Euro segue a cair mais de 1% depois de palavras de Draghi

O presidente do BCE poderá vir a avaliar se a recente valorização da moeda única estará a prejudicar a estabilidade dos preços na região. O euro, que esteve a ganhar durante a manhã, segue a perder terreno face ao dólar.

O presidente do BCE poderá vir a avaliar se a recente valorização da moeda única estará a prejudicar a estabilidade dos preços na região. O euro, que esteve a ganhar durante a manhã, segue a perder terreno face ao dólarO euro deixou o terreno positivo em que estava a negociar em relação ao dólar americano e está, neste momento, a cair mais de 1%. O movimento é justificado pelas declarações de Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, em que indicou estar atento à recente apreciação da moeda única europeia sem mostrar uma preocupação imediata.

O euro está a desvalorizar-se 1,02% para ser transaccionado por 1,3385 dólares americanos, isto num dia em que esteve a negociar já nos 1,3578 dólares.

A moeda das 17 nações europeias esteve acima dos 1,37 dólares no primeiro dia de Fevereiro, recuperando 14% face ao mínimo perto de 1,20 dólares registado em Julho do ano passado.

O euro estava hoje a dar continuidade à recente valorização face ao dólar mas, pouco depois das 14 horas, iniciou uma trajectória descendente que o levou ao valor mais baixo desde 25 de Janeiro. A essa hora, Draghi falava da taxa cambial e da sua importância para o crescimento e para a estabilidade dos preços.

“Queremos ver se esta apreciação é sustentada e se ela altera a nossa avaliação dos riscos para a estabilidade dos preços”, comentou o presidente do BCE na habitual conferência de imprensa de início do mês. Antes das declarações, foi anunciada a manutenção da taxa de juro de referência da Zona Euro nos 0,75%.

Nos últimos dias, o euro tem ganho terreno pela ideia de que a autoridade monetária poderia empurrar a postura acomodatícia do BCE para uma mais agressiva. Isto porque o reembolso antecipado acima do esperado de parte dos empréstimos de longo prazo cedidos pelo BCE à banca, no ano passado, assinalou uma melhoria da confiança na região. Essa melhoria estava a dinamizar o euro.

As palavras do italiano, referentes aos ricos que continuam a pender sobre a Zona Euro, trouxeram a expectativa de que, afinal, a política do BCE não deixará de ser acomodatícia. Algo que foi dito pelo próprio Mario Draghi e que penalizou a negociação da moeda única.

“As taxas de câmbio reais e nominais estão nas médias de longo prazo”, assegurou o presidente da entidade de Frankfurt.

Fonte: Negócios

Comentários

comentários

2017-01-01T18:29:39+00:0008/02/2013|Categories: Geral|Comentários fechados em Euro segue a cair mais de 1% depois de palavras de Draghi
error: Segurança acima de tudo! ;)