Falências de empresas aumentaram 41% em Portugal

Em 2012 foram contabilizadas perto de 7.000 insolvências de empresas. Sector da construção representa quase 30% do total.

No ano passado houve um total de 6.688 insolvências de empresas em Portugal, o que representa um aumento de 41% face ao ano passado, revelou hoje a Cosec.

O sector da construção foi um dos mais penalizados, registando cerca de 28% do total das insolvências registadas no ano passado, e continua a ser o “o sector mais relevante na análise global de insolvências e com maior peso nos distritos com mais afectados: Porto com 24% das insolvências a nível nacional, Lisboa com 21% e Braga com 12%”.

A Cosec sublinha ainda que 76% das empresas insolventes foram microempresas, num ano marcado pela contracção da actividade económica em Portugal e pelo reforço das medidas de austeridade, no decurso do ajustamento no âmbito da assistência financeira internacional.

Para este ano, a Euler Hermes, accionista da Cosec, admite que Portugal não venha a aumentar as insolvências de empresas, sendo inclusive um dos quatro países a apresentar uma redução deste número, “depois de sete anos consecutivos de um acentuado crescimento deste indicador”, frisa a Cosec.

A nível mundial, em 2012, a Euler Hermes estima uma subida de 1% no número de insolvências.

Fonte: Económico

Comentários

comentários

2017-01-01T18:29:40+00:0030/01/2013|Categories: Geral|Comentários fechados em Falências de empresas aumentaram 41% em Portugal
error: Segurança acima de tudo! ;)