Governo francês pode entrar no capital da Peugeot Citroen

Perdas de 4,13 mil milhões de euros no segundo semestre levam o Executivo francês a defender sobrevivência da empresa a todo o custo.

O Executivo francês estará a ponderar a possibilidade de adquirir uma participação na Peugeot Citroen, devido às sérias dificuldades que o fabricante automóvel europeu está a passar. Nos últimos seis meses, a Peugeot Citroen apresentou perdas de 4,13 mil milhões de euros, em consequência da forte quebra de vendas de automóveis.

Numa entrevista a uma rádio francesa, o ministro do Orçamento realçou a relevância da empresa e a necessidade de não a “deixar tombar”. “Sejamos claros: esta companhia não pode nem deve desaparecer”, afirmou Jerome Cahuzac, acrescentando: “teremos que fazer tudo o que pudermos para salvar a empresa”. Por esta razão o Executivo liderado por Hollande estará a considerar uma entrada no capital da empresa como “uma hipótese de último recurso”, segundo também noticiou o diário francês Liberation.

Em 2012, as vendas de automóveis na União Europeia registaram a maior quebra em mais de 19 anos e os responsáveis do sector perspectivam que esta tendência se mantenha este ano. A Peugeot, cujas entregas na Europa caíram 13% em 2012, espera uma contracção de 5% no mercado em 2013.

A empresa, através do seu porta-voz, recusou comentar estas notícias quando contactada pela Bloomberg.

Recorde-se que a Peugeot Citroen está a passar por um processo de reestruturação que tem sido, aliás, criticado pelo Governo francês.

Fonte: Económico

Comentários

comentários

2016-04-02T10:48:40+00:0008/02/2013|Categories: Geral|Comentários fechados em Governo francês pode entrar no capital da Peugeot Citroen
error: Segurança acima de tudo! ;)